Independentemente do sabor, sabemos dizer quando uma pizza é boa ou não. Mas como isso acontece?

Toda pizza excepcional traz algo “a mais”. Muitas vezes esse adendo não é nada extraordinário: às vezes, uma preparação mais cuidadosa; outras, ingredientes de qualidade. Note: são itens banais.

 

Isso acontece porque, não raramente, cozinheiros pecam no excesso na preparação. A arte de fazer uma pizza, encontrando o ponto certo entre simplicidade e sofisticação, é a parte mais importante.

 

Os cinco pontos abaixo ajudam tanto cozinheiros iniciantes quanto experientes a acertar na hora de preparar uma pizza.

 

Ingredientes frescos

 

Bons ingredientes resultam em boas pizzas. É óbvio: ingredientes frescos, de qualidade, são o ponto principal para uma excelente pizza.

 

Tome por exemplo o queijo moçarela: esse queijo processado ou já ralado não derrete da mesma maneira que quando fresco.

 

A regra se aplica para todos os componentes. Atente-se a isso na hora de comprar os itens para o preparo.

 

Molho bem feito

 

Uma pizza sem molho é apenas um pão com mais ingredientes.

 

Para a esmagadora maioria das receitas, o molho ideal é o de tomate. O ponto ideal é um molho consistente com notas fortes – porém equilibradas –de tomate, orégano, cebola e alho.

 

Com certeza há peculiaridades entre os chefs, mas é importante que acidez e doçura estejam bem harmonizados.

 

Massa crocante

 

A massa é a parte mais importante de uma pizza, e é essencial que tenha a crocância certa.

 

Essa é a parte mais difícil de se acertar no preparo.Pizzaiolos iniciantes têm bastante dificuldade em achar o ponto exato. São muitas variáveis nessa etapa: tipo e temperatura do forno, ponto da massa, quantidade de glúten, de proteína, tempo de fermentação, tempo no forno etc.

 

A principal dica aqui é testar e documentar cada preparo até achar o ponto ideal da massa.

 

Adicione a quantidade perfeita de queijo

A quantidade exata de queijo numa pizza depende não somente do quanto você gosta de queijo, mas também do tipo que você está usando. Algumas receitas usam moçarela, outras usam uma mistura entre variedades de queijo, e há também aquelas sem queijo.

 

Ou seja: aquelas imagens de pizzas com uma camada generosa de queijo nem sempre são a escolha mais acertada para o tipo de pizza que você está preparando.

 

Asse muito bem a pizza

Depois de preparar a massa, o molho e os ingredientes e montar a pizza, é hora de assá-la. Dependendo do tipo de pizza e do tipo de forno – e de outros fatores mais complexos –, o tempo no forno pode ser de alguns minutos até uma hora.

 

De novo: requer muita experiência, testes e paciência para se chegar ao ponto perfeito e desejado. Mas garantimos que o resultado faz valer a pena todo o esforço.

 

Quer saber mais sobre o preparo de pizzas? A Scuola Italiana diPizzaioli tem sempre turmas abertas para você começar a preparar suas próprias receitas de maneira profissional.

 

Não importa o seu nível de proximidade com a cozinha, temos um curso perfeito para você!